Pressione ESC para fechar

Ocultismo

Ensinamentos Esotéricos de Platão

Platão é tipicamente considerado um filósofo grego “respeitável”, que é amplamente ensinado em universidades de renome em todo o mundo e admirado por seu pensamento filosófico original. No entanto, há um outro lado de Platão que só é explorado por uma minoria de estudiosos, começando com Heinrich Gomperz na década de 1930 e continuando com a ‘Escola de Tübingen’ de hoje. Em muitas das obras de Platão, o filósofo faz referência a tradições orais que remontam a Pitágoras e aos Mistérios Órficos, e para alguns pesquisadores, como Savvas Pattakos (Plato’s Secret Doctrine, 1998), esses ensinamentos constituem o elemento principal na vida e obra de Platão. Neste artigo, gostaria de destacar alguns desses elementos esotéricos, principalmente como se encontram nos mitos e alegorias que pontuam seus diálogos. Imagem: Platão. Museu Capitolino. Roma. Creative Commons

O idealismo da Teosofia

Para alcançar a serenidade da mente e torná-la consciente da verdade, o maior auxílio que se encontra, talvez, no mundo de hoje, é o estudo da Teosofia. Porque a Teosofia prova-se a si própria, período por período, nenhuma dúvida nos fica sobre as suas doutrinas e assim nos auxilia na elucidação das suas verdades mais profundas.