Pressione ESC para fechar

Isabel Areias

O Caos

Isabel Areias 0 645

Os livros e textos sagrados que vamos conhecendo e estudando retratam sempre um momento inicial sobre o qual não existia nenhuma identificação concreta da matéria ou de uma existência em movimento. Esta ideia do “nada” ou de um “oceano primordial” assemelha-se a um estado que podemos definir como sendo o caos, um equilíbrio imóvel ou uma inércia em potência. Uma espécie de estado adormecido ou de Pralaya, tal como o útero de uma mãe aguarda algo que desperte vida no seu interior. Tesla referia que a dimensão obscura no universo está apenas adormecida, ou seja, à espera de algo que a desperte. Também o mesmo acontece no Ser Humano. No seu interior residem inúmeras zonas de matéria negra numa potência inerte à espera de algo que a torne consciente, viva e desperta.

Continue lendo

O Tempo Interior e o Tempo Circunstancial

Isabel Areias 0 752

Existe no Tempo uma magia cujo acesso intuímos mas por onde o pensamento, na sua dimensão material, se vê na impossibilidade de transitar. Platão dividia a existência humana em dois mundos: o sensível e o inteligível. Ao primeiro cabe a vida física, visível e material, dominada pelo mundo dos sentidos e das aparências e, por isso, da projeção das nossas sombras, das nossas máscaras. Ao segundo cabe a Vida interior, invisível e superior, dominada pelo mundo real onde reside a nossa Essência, e o mundo das Ideias Puras, dos Arquétipos, ou seja, o princípio de tudo e de todas as coisas.

Continue lendo

Psiké: A História da Alma Humana

Isabel Areias 0 1233

Os mitos contêm no seu interior a capacidade de transportar o ser humano para uma maior compreensão da sua natureza mais profunda. Narrado sobre uma linha de tempo que nos transpõe, os mitos retratam histórias cujo cenário apenas podemos encontrar dentro de nós. Existe assim uma diferença entre História e Mito. O primeiro narra os acontecimentos ocorridos no plano cronológico, físico e terreno. O segundo narra os acontecimentos dentro de um plano transcendente e metafísico. A História conta a história da existência humana. Os mitos contam a história da alma humana.

Continue lendo

Os Princípios da Criação

Isabel Areias 0 1284

Este Amor que Shiva sente pela dançarina representa o Amor Celeste, o Amor Superior necessário à Criação pois é o Amor que liga o Homem a Deus, é o Amor que levou Shiva a passar da contemplação à ação. O mesmo Amor que leva o Homem a subir a Escada Divina rumo ao Uno, ao Absoluto.

Continue lendo

Weber e o despertar da vocação

Isabel Areias 0 627

Em todos os tempos o ser humano viveu o sentido da troca, a necessidade de lucro e da dependência de uma vida material. Mas aquilo que Weber definiu como o “desencantamento do mundo ocidental” nasceu da construção de uma sociedade capitalista ausente de um princípio humanizante e transcendente.

Continue lendo