Pressione ESC para fechar

honra

A Compaixão e a Glória: o Espírito da Ilíada

María Kokolaki 0 1152

A famosa Guerra de Troia cantada pelo poeta Homero no século VIII a.C., permaneceu no plano da mitologia até que o arqueólogo alemão Schliemann encontrou os restos da cidade durante o século XIX da nossa era. Essa história é um dos grandes fundamentos da nossa cultura globalizada e, como tudo aquilo que se entrelaça com o simbólico, não importa quantas vezes for confrontada, sempre permitirá renovadas e profundas reflexões. Pois, assim como a tragédia na antiga Grécia, os cantos poéticos que se aproximam do eterno têm a característica de permitir que o destinatário reviva o relato no seu interior.

Continue lendo