Os segredos da indústria dos alimentos

Já parou para pensar?

Algo está errado quando um alimento tem a validade de 1 ano, 2 anos… Isto apenas é possível, se tiver na sua composição conservantes e outros ingredientes químicos para manter sua bela aparência.

Todos estes ingredientes/aditivos acrescentados aos alimentos, quando vão para o mercado, têm como função melhorar o aspeto visual, o sabor e odor e evitar a sua decomposição ou oxidação.

O processamento de alimentos modifica e remove componentes importantes: hidratos de carbono, gorduras, proteínas, fibras e água que promovem a sensação de saciedade, mudando a forma como são digeridos e assimilados.

Os alimentos processados estimulam a dopamina, um neurotransmissor relacionado com a sensação de bem-estar, embora a comida seja carente em nutrientes e fibras. Esta estimulação artificial pode levar a compulsões alimentares, nomeadamente o vício em comida. Frequentemente, alterações de humor, problemas de memória e  depressão são resultado de uma dieta carregada de alimentos processados.

Vários grupos de investigação acreditam que o intestino é o segundo cérebro sendo que a saúde intestinal pode ter grande influência sobre a saúde mental e vice-versa. Alguns relatam que a maior concentração de serotonina, envolvida no controle do humor, depressão e agressividade, é encontrada no intestino e não no cérebro!

Comer alimentos processados pode prejudicar a flora intestinal, provocando um impacto negativo sobre o estado de espírito, saúde e comportamento psicológico.

Fala-se muito em boa saúde, cuidados na alimentação, mas o que se constata dia para dia é o aumento de doenças: envelhecimento precoce, perda muscular, flacidez, depressão, obesidade, hipertensão arterial, problemas cardiovasculares, cancro, diabetes, doenças bucais, gastrites, esofagites e úlceras, entre outras.

O mundo caminha para um colapso sem precedente, causado pela alimentação industrializada.

Para terminar, imagine que o corpo é um templo sagrado. Deve ver e analisar claramente o que entra pelas portas desse templo. Todos nós temos o poder de escolher os alimentos que comemos. É simples e poderoso.

Comentários

Relacionados