Presente de Natal novo ou usado? Eis a escolha…

Para ti, amigo desconhecido, partilho este presente que foi mil e uma vezes usado e mil e uma vezes substituído, mas não te preocupes, o génio adormecido continua à tua espera, basta esfregares a lâmpada e o menino de ouro, que tanto quero ver renascer, aguarda para que te possa sussurrar ao ouvido: “Natal é quando tu quiseres!”.

Ler mais

A honestidade, verdadeira beleza

A falta de honestidade no ser humano é um problema não só individual, como também social. Uma pessoa honesta inspira confiança enquanto que o contrário gera insegurança, desconfiança e, inclusivamente, temor. As bases das relações humanas fundam-se na confiança mútua e quando esta falta, a sociedade desintegra-se porque sentimo-nos traídos.

Ler mais