Mitos, ritos e símbolos – introdução à antropologia do sagrado

A religião não foi um luxo dos que tinham o estômago cheio. A religião é o alfa e o ómega da condição humana. Existe desde o princípio da sua «humanização» (o autor previne-nos que não devemos confundir com «hominização», que é somente morfológica), e persiste durante e enquanto sejamos tais e tenhamos a capacidade de assombro face ao mistério, tal como menciona Aristóteles na sua Metafísica.

Ler mais

Reflexo de árvores: a Arte da Natureza

O artista, então, não só reproduz, como um ente mecânico. Depura e transmuta, como o alquimista, e através do crivo da sua imaginação e das suas mãos incansáveis passam os seres de pura luz e vida invisíveis, dignificando o mundo, e abrindo portas até à infinidade que representam, trazendo-nos mensagens das estrelas.

Ler mais

Mais quatrocentos anos de antiguidade para o Zero?

“O que é maior que o Universo e mais pequeno que o mais ínfimo átomo? O que é mais duradouro que a Eternidade e mais breve que um instante?” A resposta é o NADA, ou seja, o ZERO: nele estão todos os enigmas, todas as potências e actos do passado infinito e do infinito futuro.

Ler mais

H. P. Blavatsky e a procura espiritual de Elvis Presley

O que é menos conhecido é que o Rei do Rock era um autêntico apaixonado pela sabedoria antiga, motivado pela procura profunda do segredo da vida. Uma busca, infelizmente, desordenada – inclusive caótica – e sem um guia seguro para percorrer o labirinto de autores e temas que esta oferece. (…) Resta-nos, como da flor o seu perfume, a beleza que não morre de muitas das suas canções, a sua ternura e sensibilidade, a sinceridade da sua voz, de um carisma que ninguém pode negar, o impacto e transformação que gerou na sua época, que o convertem de um modo ou de outro, num dos “mitos do século XX”.

Ler mais

A Mulher de Branco

Os filósofos herméticos diziam que tudo aquilo que possamos encontrar fora, com os sentidos, vive como ideia dentro de nós, somos o microcosmos de um macrocosmos, o espelho do universo. Então nós mesmos somos a noiva que corre, esperançada, ou a intuição que nos chama até ao bom e melhor; e a pedra que resiste, não porque neste caso queira honrar o seu passado, numa guarda perene, mas porque não somos capazes de nos libertar dele.

Ler mais

 O Kalachakra e a Doutrina Secreta de H.P. Blavatsky, uma nota sobre a origem da humanidade

A evolução da vida humana na Terra entende-se em termos de uma “descida” de alguns destes seres celestiais, que esgotaram o seu karma positivo, que lhes proporcionava a causa e as condições para a sua pertença nos âmbitos superiores. Não houve um pecado original que provocara a queda, trata-se, simplesmente, da natureza da existência não permanente, da lei de causas e efeitos, que ocasiona a mudança de estados do ser, a sua “morte”.

Ler mais

O primeiro homem na América?

Tudo encaixava na perfeição, no final da última glaciação o mar tinha retrocedido o suficiente para que tivesse uma amplíssima passagem no atual estreito de Bering. O suficiente para que a hipótese se convertesse em teoria, e com uma ou duas gerações de estudiosos, em dogma inamovível. E ai de quem se atreva a atacá-lo!

Ler mais

Mar

Outros vêem no mar o espelho de céu, pois este reflete-se seja no tenso e brunido metal, seja nas suas crispadas ondas, tersas e serenas sempre à distância. Uma grande, majestosa horizontal, como uma linha perfeita, imóvel, difícil de encontrar terra adentro. Tal é a geometria da luz, tal é a geometria da vida e da verdade.

Ler mais

A Festa do Trabalho

Alimentar-se com cinza do sacrifício é não buscar, cego pelo desejo, o benefício na ação que realizas, mas banhar-te na alegria da própria ação, boa, útil, eficaz, em sintonia com a Roda de Ação que faz mover o universo. Ombro com ombro, mão na mão com os teus companheiros de vida ou de Ideal.

Ler mais