O Romantismo – entre o céu e o inferno

“O Homem será sempre um nadador incerto nas ondas do tempo mensurável e passageiro” – Alfred de Vigny A história da arte surge na sequência de momentos altos e baixos que se revelam como uma sucessão de causas e efeitos. De acordo com o aforismo popular ”não há fumo sem fogo”, quando observamos os factos com…

A criança e a sua roupa vermelha

Este texto de José Carlos Fernández foi inspirado na fotografia acima de Pierre Poulain, fazendo parte de um projeto intitulado FiloFoto. “We must obey the time” (“Devemos obedecer ao tempo”), diz, num momento, a personagem trágica de Otelo na obra de Shakespeare do mesmo nome. Ele que sentiu como o relógio da sua alma perdia…

Navegando contra a corrente

O que diferencia um tronco flutuante de uma barca feita da mesma madeira é que esta última tem remos e pode navegar contra a corrente. – Dr. N. Sri Ram (1889-1973), Filósofo Indiano Escutei estas palavras dos seus lábios na minha já distante juventude. A frase não fazia parte de nenhum dos seus discursos e não sei…

João Baptista Lavanha (c. 1550-1624) – Engenho e Ciência

As suas origens permanecem ainda algo discutíveis, apesar dos estudos biográficos muito completos da autoria de Armando Cortesão e de Avelino Teixeira da Mota. Segundo um estudo de António-Paulo Ubieta Artur, o cosmógrafo João Baptista Lavanha, teria nascido em Lisboa, cerca de 1555, com proveniência numa família genovesa e judaica, contudo, viria a merecer a…

Flor de la Mar – a mais resistente nau portuguesa

Após a conquista de Malaca em 1511, Afonso de Albuquerque navegando na Flor de la Mar e com um saque valiosíssimo foi surpreendido por uma tempestade que acabou por pôr fim à carreira da resistente nau. O fidalgo escapou com vida mas o navio naufragou no mar de Java e ainda hoje caçadores de tesouros procuram os seus vestígios no fundo do mar.